Inicio

É com muita satisfação que compartilho estes trabalhos que definem minha breve história nos quadrinhos. Uma série de 5 volumes que demonstra minha evolução artística durante um processo de 22 anos. Não nascemos prontos e seguimos engatinhando até aprender a andar. Mesmo já andando, às vezes damos uns tropeços e é nessa hora que me pergunto se algum dia poderei dizer que estarei realmente pronto. Acredito que em alguns aspectos, é bom não estar. Isso nos mantêm sempre em frente nessa caminhada de evolução.

Um forte abraço e boa leitura!

Todos os quadrinhos são gratuitos! Digite seu nome e e-mail para liberar o download
Ahh, e não esqueça do feedback!

Max o Vigilante (1998)

Em meio ao caos da cidade, onde a lei e a polícia não conseguem combater o crime de forma efetiva, existe uma luz que guia a população ao caminho da esperança.

Sonho Estranho (2000)

Em sua primeira história do século XXI, Roberto Raposa coloca em cheque personagens que vagam sem rumo, mas que tem a oportunidade de mudar para o bem ou para o mau.

Bracinho Mole (2002)

Um conto rápido e pesado, como um cruzado de esquerda. Que segredos essa personagem esconde por trás de sua feminilidade? Em poucas paginas você Descobrirá.

Nova Era (2004)

Há muito tempo, em uma era mitológica, um deus lançou uma terrível maldição que afetou o mundo deixando-o decadente. Três guerreiros partem em uma intrépida busca para a cura.

Gratidão (2021)

O projeto desse quadrinho foi Premiado em dezembro de 2020 pela Lei Aldir Blanc. 

É muito simbólico receber este premio no elo que finaliza essa parte da jornada! Atualmente estou na produção dessa história! 

6 comentários

  • Thaler diz:

    Raposo trabalhos fantásticos , perdão a demora mas sem duvida amei todos.
    Mesmo sendo de algum tempo atrás há muita paixão presente em cada um! Mesmo eu não sendo um cara que manja mesmo de HQ eu gostei muito.
    E o ultimo é de longe pra mim o mais intenso! Consegui imaginar lucidamente a historia rolar.
    Parabéns ai pelo trabalho.

  • Renato Gonçalves diz:

    Muito legal Roberto! Em Sonho estranho eu vi uma influência do black Sabbath e saint seya… um ótimo background. Abraço!

    • Raposa diz:

      Fala Renato! Cara acertou em cheio! Adorava as duas coisas na época! É interessante como isso se torna influencia sem a gente saber! Eu mesmo não havia percebido isso em minha própria obra! Abraços!

  • Augusto Mesquita diz:

    Massa! Já vou começar a minha leitura!

Responder a Augusto Mesquita Cancelar resposta

O seu endereço de email não será publicado.